Dr. Magnor Müller com orientação da advogada trabalhista Marcia Pessim

(https://www.escritorioadvocacia.org/sobre/advocacia-de-marcia-pessin-e-associados )

É possível quantificar um valor para ressarcir alguém que sofreu dano moral? Se é possível quantificar um valor monetário para um sentimento é uma questão a ser discutida, mas o que é certo  é que, segundo nossa legislação, o dano tem de ser compensado legalmente. Qualquer pessoa que se sentir lesada moralmente pode recorrer à justiça e reclamar indenização. O valor será definido de acordo com o agravamento do ato ocorrido. 

Brincadeiras jocosas, deboches, olhares indiscretos e por aí seguem uma série de atitudes, muitas vezes decorrentes de desinformação, podem resultar num significativo prejuízo aos cofres das empresas. E mais, empresas que estampam capas de jornais por ações desse tipo, além de indenizar a pessoa que moveu a ação, mancham sua imagem no mercado e perdem clientes.


Escrito por Magnor Muller
Fundador e CEO da DGS - Consultoria em Diversidade, Gênero e Diversidade
Diversidade Gênero Sexualidade Diversidade Gênero Sexualidade Diversidade Gênero Sexualidade